quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Revolução Teatral - TEATRO DO OPRIMIDO ATUA NA FAVELA DOS EUCALÍPTOS

TEATRO DO OPRIMIDO ATUA NA FAVELA DOS EUCALÍPTOS

À convite da comunidade, o Grupo Revolução Teatral passou a atuar no “Barracão do Campo” na Favela dos Eucaliptos, região do Cata Preta em Santo André.
O barracão construído todo em madeira junto ao campo de futebol ( daí o nome), e que estava sem atividades foi, por iniciativa da comunidade e do grupo, reativado com os ensaios e apresentações do Revolução Teatral.
A idéia é que, sem perder suas características de uso comunitário, o espaço se transforme em um pequeno teatro para apresentações de grupos convidados, ou da própria comunidade, além do próprio Revolução Teatral.
A primeira atividade foi uma imersão de dois dias em que o Grupo de Teatro do Oprimido da UNESP formado por alunos de licenciatura em Teatro e o grupo anfitrião trabalharam as técnicas de Boal.
Os ensaios já tem acontecido aos sábados à tarde e estão sendo programadas oficinas de teatro para crianças, jovens e adolescentes, dança de salão para adultos, além da criação do Clube de Mães. Valtinho , um dos inspiradores da idéia, e morador do local já desenvolve técnicas circenses com crianças.
Dentre as ações futuras está a grafitagem do barracão por alunos do Curso de Bacharelado em Artes Visuais da UNESP que com os jovens da comunidade executarão a obra.
Dos trabalhos no Barracão sairá o novo espetáculo que deverá abrir o VIII Encontro de Educação Popular que vai acontecer em Lins.
Quanto á transformação do espaço em teatro, o grupo inicia campanha para reunir o material necessário para a construção.

Um comentário:

Mirelle Moraes disse...

Boa tarde! Meu nome é Mirelle, curso Design na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo e estou fazendo um trabalho de conclusão de curso sobre o Teatro do Oprimido e a Era da Informação. Será que eu poderia enviar algumas perguntas para vocês para que possa contribuir com o meu trabalho
?Aguardo resposta. Obrigada! Mirelle Moraes